Sábado, 14 Setembro 2013 17:11   
Professora de Mértola: A história dos vídeos porno complica-se
Portugal

Clique para ampliar A mãe e a tia da professora que terá feito filmes pornográficos na sala de aula de uma escola do ensino primário de Mértola ameaçaram esta quinta-feira a mãe que denunciou o caso junto da instituição, revela o jornal i.

Segundo este diário, as familiares da docente deslocaram-se esta semana a casa da encarregada de educação. A mãe que confrontou esta semana a professora com um dos vídeos disponíveis na internet não estava em casa. Ainda assim, as familiares da docente acabaram por ameaçar a avó da aluna de que "tudo fariam para que a criança lhe fosse retirada".

A menor em causa é acompanhada pelos serviços de acção social e com receio das ameaças, a mulher informou a GNR das ameaças, mas decidiu não apresentar queixa.

Segundo a mesma fonte, esta não é a primeira vez que a mãe denunciante é vítima de ameaças. Na reunião em que foi confrontada com um dos vídeos, a professora terá anotado o nome da encarregada de educação, dando conta de que iria informar a Polícia Judiciária do caso. O i tentou confrontar a docente com estas informações, mas não foi possível o contacto até ao fecho da edição. O caso será agora alvo de um processo de inquérito, aberto pela escola de primeiro ciclo do ensino básico do agrupamento de escolas de Mértola.

A professora está, ainda segundo o i, neste momento, de baixa médica e não vai dar início ao ano lectivo que arranca já na segunda-feira. Segundo foi possível apurar, será destacado pelo menos um professor do agrupamento, que irá de Mértola para a escola para substituir a professora.

A docente terá feito os filmes no interior da sala onde dá aulas a crianças entre os seis e os nove anos e as imagens acabaram por circular na internet, sendo abordado de forma discreta entre os habitantes da vila alentejana. As imagens terão permitido a alguns dos encarregados de educação identificar a sala de aulas.

(foto: Facebook do agrupamento escolar de Mértola)

[ Professora de Mértola: Ministério lançou inquérito sobre vídeos porno ]

[ Professora de Mértola: Podem ter sido vários vídeos porno ]

[ Julgamento McCann contra inspetor Gonçalo Amaral vai no segundo dia ]

Actualizado em ( Sábado, 14 Setembro 2013 17:11 )
 

Comentários Facebook